segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

ღ Boas Festas...

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:
"...Quem dera pudéssemos guardar o espírito de natal em frasquinhos
e abrir um em cada mês do ano..."
:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

ღ Tela de Paixão...

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

Queria ser a tua tela
Sentir as tuas mãos macias recriar no meu corpo
A minha pele fornece-te paixão
Sentir-te como amante perfeito
Qual escultor especializado em galáxias de prazer
Teus lábios suavemente
Em todos os meus vales e colinas
Numa viagem até á imensidão
Por entre constelações de estrelas
renascer com o poder maravilhoso
Do amor puro...
Para nós, imortal.
Sem limitações nem barreiras
Absortos da consciência
Algo se move no ambiente,
Agita um ar de elegância,
Terminando num silêncio sem movimento.
♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

domingo, 28 de novembro de 2010

ღ Obstinação...

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:
Tenho os meus olhos
Cheios de nada
O coração cheio de saudade
Que suspira de dor
Chora de ansiedade
Respiro só a tua lembrança
Sinto a brisa fresca dos teus beijos
Abraço a tua ausência
E os meus olhos...
Cheios de nada...
Navegam em águas desconhecidas
Salgadas... Amargas...
Não quero sonhar outro sonho
Apesar das feridas na alma
E desenho a tua imagem
Em tons de perfeita miragem
Em riscos lapidados pelo vento
das asas da minha paixão.

♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

ღ Ausência...

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:
Tua ausência é ressaca
Impregnada no ar que respiro
Instiga-me á volúpia
O meu corpo chama o teu
E num instante de loucura
Esta febre de mulher
Pele que respira ousadia
Que pulsa, sonha e vive por ti
Sinto-te junto a mim
E são minhas as tuas mãos ausentes
Que percorrem caminhos
Tatuando com toques e carícias
Exalando calor e desejo
Provocando um êxtase
Solitário...mas pleno
Esta sede de veneno.
♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

terça-feira, 9 de novembro de 2010

ღ Caprichos do meu peito...

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:
O meu esconderijo é um capricho do peito onde habito
Nos dias... nas noites...
É lá que procuro o cheiro do silêncio opaco dos meus devaneios
Um silêncio que se pisa num tapete de cores
É lá que procuro a paz
O estar com alguém que me contagia de serenidade
Um sorriso a meu lado para partilhar o presente
Querer dar um abraço estrela-do-mar
Aconchegar-me nas noites e acordar espuma e maresia
Recordando cheiros e sabores
Que povoam a minha boca e sabem-me a pouco
É lá que sei onde descubro o meu riso
E onde acaba a espiral dos meus suspiros
E sei o lugar onde tacteei os meus sonhos
Onde sinto a ventania no peito
A alvorada no colo e a aragem madura da saudade
Onde abro a mão onde encerrei as ternuras
Onde não abro a mão de sonhar sempre
Onde me habituei a chorar
Com a mesma naturalidade com que rio
O choro lava a alma
Para depois cheirar o ar fresco
Porque onde a felicidade está presente
Não há necessidade de recordar
Nem necessidade de suspirar com a ausência
Basta encostar a cabeça num ombro onde apenas encaixo eu
E olhar em frente...Como quem não deixou nada caído para trás.

♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

domingo, 7 de novembro de 2010

ღ Amo-te!


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

Cai a noite em tons de melancolia...
E com ela as recordações
Cravadas no silêncio e no coração.
Nesta folha em branco
Colori os meus pensamentos
Todos pontilhados de afectos
Colori os meus sonhos e quimeras
De saudades dos nossos momentos...
E fico-me...
Querendo adormecer nos teus braços
Acordar feliz de madrugada
Quando o sol vem beijar as flores
E contigo quero morrer de amores.
Amo-te!
Em imagens e cores
Em letras... palavras e sons
Sem o antes nem o depois
Feliz... alegre...rompendo limites...
De loucura e paixão
Amo-te assim de verdade.
♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

terça-feira, 19 de outubro de 2010

ღ Palavras...


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:
Há palavras que dão vontade de mastigar
Apetece saborear cada sílaba
Dentro de mim tudo arde
Menos as palavras...
Somos feitas da música que paira no ar
De versos, sonetos e poemas
De poesias feitas das memórias que tecemos
Como vitaminas que nos fortalecem
Enrosco-me no papel amarelado pelo tempo
Há palavras que me escorrem às mãos cheias
Trepando devagar pelo meu corpo
Mordisco as migalhas das palavras que não se comem
Não têm som nem sabor...
Não têm cor...
E enrosco-me em aparas de borracha
É mais seguro poder apagar
Que não ter forças para as poder engolir.


♣ Ąηηα ♣


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

ღ Para sempre... Nunca mais...

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:
Para sempre...
Almas perdidas no infinito
Auras divinais
Anjos de asas perfumadas

Nunca mais...
Falsas glórias
Quimeras vãs
Sinistras sinfonias

Para sempre...
Saudades dos meus amores
Vida, Sol, Céu e Flores...
Nascentes de fantasias

Nunca mais...
Tempestades de gritos e gemidos
Canções que soam a prantos
Ilusões e sonhos perdidos

Para sempre...
Um beijo e uma flor
A maresia... perfume do mar
O desejo de uma noite de amor
A eterna capacidade de sonhar

Nunca mais...
O exaspero das lágrimas
Na carne a nódoa do passado
No teu corpo o remorso desesperado

Para sempre... Nunca mais...

♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

ღ O que escrevo...

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:
O que escrevo tem tamanha paixão...
Que rasgo em mil pedaços os meus pensamentos
Suaves murmúrios de saudade e solidão
Suaves brisas e doces momentos
E quando o vento sopra a favor...
Chega a hora de invocar sentimentos
Escrevo horizontes estrelados de amor
Escrevo sem razão...
Escrevo sem sentido...
Vozes do meu coração
Palavras soltas... Tempo perdido...
Nascidas em memórias vividas
Abstractas, naufragas... perdidas...

(...)

Já não me lembro do que escrevi
Nem o tempo que perdi...
♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

ღ Solidão é...

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:
A solidão é...
Qualquer coisa como...
Buscar e não ter
É algo como...
Querer e não saber
Não ter histórias para contar
Nem histórias para esquecer
É como...
Andar sem conhecer
Sem lugar para descansar
A solidão tem uma cor
Escura e triste
Como um amor acabado
Como uma vã intenção de viver
A solidão morre de sede
Debaixo de uma tempestade de chuva
E segue andando sem sequer ter
Um lugar onde deixar
As folhas secas da rotina
E a vontade de sonhar...
♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

ღ Há sempre tempo ...

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:
Há sempre tempo para a mudança
Porque o mundo continua a girar
Há sempre tempo para recomeçar
Se se mantém viva a esperança
Há sempre tempo para esquecer
E há sempre tempo para lembrar
Um rosto, uma melodia, um lugar...
Colocar de lado a mágoa que teima em não sarar
Porque amanhã o sol volta a raiar
Há sempre tempo...
Mas o tempo não pode esperar
Porque o tempo sempre conta
Há sempre tempo mesmo quando não há tempo
Declina-se o tempo sobre as horas...
minutos... segundos...
E o tempo bem contado
Tem de ser bem passado e bem aproveitado
Porque não há tempo para voltar atrás no tempo.
♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

ღ Felicidade...


sábado, 25 de setembro de 2010

Mudanças...


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:


Sentiu que tinha de parar
Que era urgente semear os campos
Abandonou a revolta, a raiva e a ironia
Engoliu gritos de desespero
Alguns lamentos e muitos punhais
Deixou a angustia morrer nas margens desnudas
Sedenta, bebeu todos os mares e rios
E na madrugada calada
Adormeceu seca de lágrimas.




♣ Ąηηα ♣


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

A importância das Palavras...


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

“Ele estende-lhe a mão com um punhado de pedras preciosas.
Ofusca o brilho dos diamantes e safiras e pérolas cremosas...
- São para ti... ou queres palavras?
- Quais são as palavras? – perguntou Ela.
Ele silenciou...
- Então é verdade, as palavras são mesmo importantes e isto...
Não passa de orgulho!
Abre as mãos e deixa que o fogo cintilante das pedras caiam sobre terra,
que se derretam em poças de cor... e se transformem em simples flores.”

As palavras são importantes para todos.
Quando não são ditas deixam lacunas.
Profundas...Escuras...
De onde brotam dúvidas e fracassos.
E tornam-se tão dolorosas quanto os insultos.
Podemos oferecer tudo o que temos
Mas se nos esquecemos de oferecer o coração...
...as palavras...
É um vazio...



♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Noite & Dia...


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

Quando se apaga a cintilação das estrelas e canta a cotovia
Quando a escuridão palpitante escorrega para o outro lado da terra
É preciso fazer as contas com as coisas concretas
Que nem sempre são agradáveis
O dia pertence ás coisas práticas
A noite ás ilusões
A noite fervilha de segurança
O dia é cheio de suspeitas.



♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

terça-feira, 20 de julho de 2010

Perdas e Ganhos...


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

Em tudo existem perdas e ganhos...
Num dia te achei,

no outro te perdi...
Um dias deram-me muitas alegrias... no outro levaram o meu coração...
Num dia ganhei boas lembranças...
no outro roubaram-me a esperança
Na vida tudo tem seu extremo
A luz e a escuridão
Alegria e tristeza
Sol e chuva
Verdade e mentira
Em tudo há dois lados
Em tudo há perdas e ganhos
Se te ganhei um dia...
no outro te perdi...
Se te tive ontem...
Hoje não te quero mais.

Nesses opostos que se completam

Acredito que, na vida... nem tudo perdemos...

Nem tudo ganhamos...

Apenas vivemos.




♣ Ąηηα ♣

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Ilusão...



Apenas nos iludimos, pensando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros.
Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram,
todos os dias felizes que se apagaram.
Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre.


*****

***

*

Um amigo deixou este texto no meu Facebook... li e reli...

Pensei: " Intensamente verdadeiro!"

Pensei também nos mortos que amei e nos amigos que se afastaram e

aqueles que eu propria afastei.

Porquê? Porque a vida é feita de escolhas, cada um escolhe o que de melhor quer

para a sua vida.

Pois também eu não perdi nada, os momentos felizes vividos nunca serão apagados

e ganhei paz de espirito! Estou serena e tranquila.

Por isso sou uma vencedora!


♣ Ąηηα ♣


*

***

terça-feira, 13 de julho de 2010

Quando amamos...




«Quando amamos alguém, não perdemos só a cabeça,
perdemos também o nosso coração.
Ele salta para fora do peito e depois, quando volta, já não é o mesmo,
é outro, com cicatrizes novas.
Às vezes volta maior, se o amor foi feliz, outras,
regressa feito numa bola da de trapos,
é preciso reconstruí-lo com paciência,
dedicação e muito amor-próprio.
E outras vezes não volta.
Fica do outro lado da vida,
na vida de quem não quis ficar do nosso lado.»

Margarida Rebelo Pinto in "O Dia em que te esqueçi"


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:









... quando amamos alguém pedemos o chão que pisamos,

perdemos o rumo e conseguimos encontrar forças onde nunca

imaginámos que existem.

... perdoamos...

esperamos e sonhamos sempre!

Amar verdadeiramente é o sentimento mais nobre do ser humano!



♣ Ąηηα ♣

segunda-feira, 12 de julho de 2010

O Agora....



Assim como uma semente encerra em si mesma uma nova vida, cada instante, o Agora é o início de uma nova caminhada, mesmo que nem sempre tenhamos a consciência disto. Podemos seguir andando sempre da mesma forma, se assim o quisermos, repetindo o passado, carregando o peso de nossos erros, as tristezas de momentos que já foram vividos, mas também temos a possibilidade - e ela é real - de encararmos este instante como um novo começo, o início de uma história diferente, mesmo que com suas raízes no passado, em tudo que já sentimos, aprendemos e pensamos!


Este milagroso momento que vivemos é nosso instante de liberdade! Nele podemos escolher, podemos virar a mesa, podemos nos transformar. A cada instante estamos semeando o futuro e isto pode ser feito amorosamente e com responsabilidade, de forma clara, consciente de que a colheita chegará e que vai depender da qualidade do que estivermos fazendo no momento presente...


O passado já faz parte de nós! Estamos assim, agora, porque vivemos tudo aquilo de que nos recordamos bem, momentos que nos ensinaram e que nos moldaram, que nos transformaram em quem somos agora. Por isto, tudo que passou foi importante, mas não devemos viver repetindo e sempre relembrando o que já aconteceu.Vamos privilegiar o agora, com alegria e esperança, sabendo que nossa história está sempre recomeçando de onde parou...


Se já vivemos tantos momentos tristes, difíceis, felizes, amorosos, alegres e estamos aqui, agora, precisamos ter a confiança de que nos sustentaremos daqui para frente, aconteça o que acontecer. E de que sempre será mais fácil vencer, pois estamos mais fortalecidos pelas diversas experiências já vividas.


Importa ter esperança, acreditar que o novo está na nossa porta, dar sempre boas-vindas a ele e se entregar novamente, recomeçando, dando o primeiro passo e não apenas o passo seguinte.


Quando somos jovens, é bem mais fácil agir assim. Mas para os mais velhos é ainda mais importante trabalhar a esperança e a consciência de que somos eternos aprendizes, recomeçando e fazendo um caminho diferente. Pois, se não tivermos este cuidado, podemos nos colocar numa posição neutra, de não acção, quando deixamos a vida passar, sem realmente vivê-la, com todas as suas delícias e todas as suas surpresas.É claro que mudamos muito com o passar dos anos. Muito do que nos atraiu já não nos agrada. Chama-se isto de maturidade. Mas é preciso que não nos deixemos estagnar, apenas porque o nosso corpo já não é o mesmo. Pois nosso espírito é eterno e tem uma infinidade de coisas novas para aprender. A cada instante chega uma nova oportunidade e podemos e devemos estar conscientes dela...


Somos Todos Um em essência, mas nos expressamos de maneiras muito diversas, trilhamos caminhos diferentes e por isto, existem uma infinidade de coisas que não conhecemos, de caminhos que jamais trilhamos, de emoções que jamais sentimos, de pessoas que ainda não encontramos...

O nosso caminho é infinito, portanto, vamos andar! Alertas para o que nos acontece, para quem nos chega, para os que se vão, para o que sentimos. Para nos ajudar, para nos transformar, para aprender.


Vamos viver a plantar sementes, em cada momento presente. Que elas se tornem sempre mais saudáveis, mais puras, mais plenas de amor e de luz, para que o amanhã, não apenas o nosso, mas o de toda a humanidade seja mais feliz e menos denso.


É neste Agora que eu lhe convido à viver o mais plenamente, todas as possibilidades e oportunidades.


♣ Ąηηα ♣

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Não deixarei morrer as palavras...



Não deixarei morrer as palavras!
Nem as falsas... sem perfume...
Não as impedirei de florescer!
Nem as tristes que soam a queixume.
Elas são a música do poeta
Não as deixarei morrer...
As que se aliam ao silêncio
As que enchem recordações
Que selam promessas
Que incendeiam corações
Nem as que vestidas de doçuras
Disfarçam amarguras
São palavras avessas
Fugazes e sem cor
Que se calam por si só
Soltas e perdidas no ar
Até podem ser inventadas
Mas quando pelo coração proclamadas...
...e seladas pelo silêncio de um olhar
Sãos as que acabam por florir
São essas que o meu coração quer ouvir.


Anna


As Palavras...

Nunca mais voltarei a andar de baloiço
Tenho o estômago cheio de cardos
E este cheiro vertiginoso que cai do céu
Frio... enigmático... maravilhoso...
Deixa-se de ser menina
Azedam as coisas que não mudam
E cresce um fervor por dentro
Um amor que é fome de limão
Um amor que sai das entranhas
Despido e altivo...
Caem maças das árvores
São palavras que me embriagam
Excitam-me o espírito
Sinto-as como vertigens
São palavras que já tinha pensado
Palavras que podiam ser minhas
Se as soubesse falar

Anna